3 criticas ao blog de Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de SousaO blog do Prof Marcelo Rebelo de Sousa ainda tem menos de um mês e apenas 20 artigos. Mas trata-se de um líder de opinião com bastante influência. É assim que os vinte posts se tornam suficientes para atrair um bom fluxo de visitantes e reacções em blogs.

Li com atenção alguns posts e os respectivos comentários. Houve três coisas que me chamaram à atenção e que podiam melhorar muito o blog.

1)Escrever para a Web requer cuidados diferentes

É mais difícil prender a atenção de quem está num computador a ler um texto, do que se estivesse a ler um jornal. Os jornais não têm o seu rival à distância de um clique ou janelas de MSN com amigos que querem partilhar vídeos ou conversar sobre qualquer assunto.

Online, devemos tentar usar frases simples. Podemos seguir algumas regras da escrita jornalística como intercalar frases curtas e longas ou multiplicar os parágrafos. Mas normalmente, evitam-se os posts muito longos e descritivos. Uma das técnicas, que eu fui forçado a adoptar neste post, é dividir o artigo em sub-capitulos que facilitam a leitura.

Pelo que vi, o professor escreve os seus artigos como se fossem discursos. Usa frases compostas e até um pouco longas demais. É de esperar que alguns visitantes se percam e cansem mais na leitura. Quando escrevo no blog não estou a escrever para mim. Estou a escrever para as pessoas que visitam o blog ou subscrevem à feed e para aquelas que quero que leiam os artigos.

No campo de escrita para blogs, um dos melhores sites que conheço é o copyblogger.

2)Um post, um tema

Esta é a regra mais importante quando queremos que a nossa mensagem seja lida e compreendida. Se damos três ou quatro ideias para o leitor digerir, é normal que ele fixe uma e se lembre “mais ou menos” de uma segunda.

Alguns artigos do blog pareceram-me falar de duas ou mais ideias. E tive dificuldade em perceber o fio condutor de alguns parágrafos.

3)Acima de tudo, um blog é um diálogo…

…E por enquanto não se vê a participação do autor do blog. Até agora, o que se vê é o professor a lançar o tema e os “alunos” a debater.

Alguns ainda acrescentam ao diálogo, outros limitam-se a dizer que concordam e a apoiar a iniciativa de lançar o blog. Acho que cheguei mesmo a ver uma pequena guerra de argumentos.

Não gosto de interferir com os comentários do meu blog, nem aconselho outros bloggers a aplicar medidas de controlo muito rígidas. Mas acho importante entrar no diálogo, dar respostas e colocar perguntas novas é bom. Cria conteúdo extra, estimula os visitantes regulares a comentar e pode levar a novas ideias.

11 thoughts on “3 criticas ao blog de Marcelo Rebelo de Sousa”

  1. O problema de ter o blog alojado no Sol só surge se um dia ele deixar de pertencer ao jornal.

    Se o prof. Marcelo Rebelo de Sousa abandonar o jornal e continuar a escrever no blog as pessoas vão ficar confusas. Umas vão perceber que houve um corte mas que o blog se mantém, outras vão pensar que ele se limitou a deixar de escrever a coluna mas ainda faz parte do jornal.

    Pelo meio, o Sol lucra com alguns visitantes que só se dirigem ao site devido ao Blog.

  2. Professor Marcelo Rebelo De Sousa.
    Apesar de não pertencer à corrente politica que o Sr. representa, penso que chegou a hora de alguem carismático e competente,assumir o destino de todos nós Portugueses, e, dar rumo à Nação.Assim , rogo que V/cia ,Professor Marcelo Rebelo de Sousa, ponha a mão nisto.O povo seguramente muito agradecerá.
    Um seu admirador.
    Rui

  3. Nada, senão a prática, nos diz que num blog se tenha de escrever de forma mais simplificada do que num jornal ou mesmo numa obra literária. Se eu quiser, realmente, prender a atenção de todos, posso muito bem usar de pequenas frases e de uma miríade de recursos outros, até de bonecos aos saltos, que nada mo impede. Mas se eu quiser ser lido por quem me queira e saiba ler, eu continuarei a escrever como mais me aprouver, genuinamente e sem truques da treta, sabendo que com isso também estou a conseguir seleccionar os meus leitores. Sim, porque ninguém nos diz que o Prof. Marcelo Rebelo de Sousa procura a quantidade de visitas ao seu blog (como o fazem tantos outros bloggers, mesmo quando nada têm de jeito para dizer)… Quem sabe ele prefira a qualidade. Nem toda a gente, quando escreve, escreve para toda a gente! A mesma coisa em relação à tal “obrigatoriedade” do diálogo: não há nenhuma! Um blog pode ser um suporte de partilha ou de mera informação. Não queira decidir pelos outros, decida só por si.

  4. O Prof. Marcelo Rebelo de Sousa é alguém que se encontra um pouco acima da fasquia dos comuns mortais. Podemos então dizer que será mais um criador de novas regras do que propriamente um seguidor de regras, muitas vezes recheadas de um senso comum gritante.
    Mas há uma coisa que ele não faria certamente… Escrever um título de um post com um erro ortográfico. Penso que no título deste blog quereriam escrever “Críticas” e não “Criticas”.

  5. Só o melhor nos poderá guiar -Prof. Marcelo

    Será a dificuldade de perceber, será ignorância ou será outro entendimento que possa ser ainda menos digno, para se poder reconhecer que o Prof. Marcelo Rebelo de Sousa é, não apenas a SOLUÇÃO para o PSD, mas a SOLUÇÃO para o país. Quem sabe como ele, quem é capaz, pela sua reconhecida capacidade académica, pelo conhecimento profundo dos diferentes dossiers, pela sua capacidade de reunir à sua volta os melhores e principalmente pela sua capacidade de trabalho e dedicação, sem falar naquilo que escasseia que é a verticalidade e a honradez.
    Só teve um azar muito grande, foi na escolha da família. Este PSD, de longa data, a que pertenço também e que por clientelismo, por vaidosismos, por protagonismos individuais e que por mediocridade não soube privilegiar o melhor dos seus pares. Quem no PSD e no país será capaz de fazer acreditar que a saída é possível, que um futuro melhor é possível, que valerá a pena fazer todos os sacrifícios necessários, se não for ele.
    Se continuarmos a caminhar como estamos a caminhar, para um beco sem saída, cairemos tão baixo que sozinhos não seremos capazes de encontrar a solução.
    Que Deus nos ajude e ilumine.
    Ele, Prof. Marcelo será, aqui no nosso pedaço de terra, o nosso guia.
    Valter Cabral, Coimbra

  6. Se Portugal está no seu coração e os portugueses lhe merecem alguma comiseração aceite o sacrifício que lhe pedem pois é a pessoa indicada para governar o nosso País com verdadeiro amor -o que implica dedicação e sacrifício -pelos portugueses.

  7. Pingback: Acrobat Reader
  8. Pingback: Mp3 Recorder

Leave a Reply