As Novas Ferramentas de Relações Públicas

No inicio era a prensa. Hoje o verbo é comunicar mas os media tradicionais não se mostram eficazes para incentivar feedback. Os jornais e revistas recebem as cartas dos leitores, as rádios atendem o telefone aos ouvintes e a televisão vai tendo programas de opinião pública. Online, é tudo mais fácil.

As caixas de comentário estão logo ali, o botão de e-mail salta à vista e a reacção é mais imediata.

A web trouxe um retorno de feedback que deixa os media tradicionais em cheque. Colocamos comentários em blogs, transmitimos ideias pelo twitter, publicamos fotos, Bandas desenhadas, partilhamos links…

As relações públicas não se mostraram alheias a isto. As grandes empresas voltaram-se para as newsletters, as lojas online, as novas opções de apoio ao cliente. Quando os blogs amadureceram, os gabinetes de relações públicas começaram a dar-lhes todo o tipo de usos.

  • comunicação interna
  • gestão de projectos
  • comunicação com o cliente

São apenas alguns dos usos que os blogs podem ter.

Da mesma forma, estamos a ver o Second Life a tornar-se palco para todo o género de eventos.

No campo da Assessoria os relações-públicas estão a ser levados a lidar com novos públicos. Sejam bloggers ou apenas comentadores compulsivos. Todos temos um potencial de comunicação desconhecido para o RP que nos transmite a informação.

Por isso é importante que os Relações Públicas de amanhã sejam capazes de lidar com:

  • Ferramentas de pesquisa avançada
  • Feeds RSS
  • Programas de estatísticas para Websites (como o awstats e o google analytics)
  • Métodos de organização de dados (como wikis)

Uma ferramenta de pesquisa avançada não é apenas conhecer o google e mais alguns motores de busca. É perceber que há motores de busca com uma função muito específica (como o technorati) e que há formas de realizar pesquisa constante sem ter de repetir a procura (como o google alerts).

O feed rss pode ser mais do que uma forma rápida de receber conteúdos ou subscrever a um blog. Pode ser aliada a outras tecnologias para filtrar o conteúdo de modo automático. O Yahoo! Pipes pode ser usado com esse intuito.

Os programas de estatísticas andam a perder terreno na web 2.0. Mas ainda nos dão informação importante sobre a localização dos visitantes, os links que apontam para o nosso site e uma série de outros dados.

Steve Rubel já pronunciou várias vezes a morte da Pageview, a Impressão de uma Página no monitor. Pelo que estive a ver, ainda ninguém ponderou a importância do alcance de um parágrafo de conteúdo através de  uma feed RSS ou outro meio semelhante.

A forma de organizar os conteúdos também é importante. Porque se toda esta pesquisa e observação da web por parte dos gabinetes de comunicação não mostrar resultados, torna-se trabalho perdido. Por isso, que se usem wikis, notebooks online e outras plataformas para reunir e analisar esta informação e transformá-la em conhecimento para que tenha uso prático.

4 thoughts on “As Novas Ferramentas de Relações Públicas”

Leave a Reply