Carteira de Jornalista? Eu queria ser Relações Públicas…

Estou a colocar este post para dar eco ao que li no blog.felisberto.net. A Paula Simões fez um óptimo resumo da polémica.

Em síntese, o artigo explica que a Universidade de Lisboa (UL) está a colocar a carteira profissional de jornalista como requisito para uma posição de Técnico Superior de Relações Públicas.

Como ela mencionou, o Estatuto de Jornalista e a Comissão de Carteira Profissional afirmam que o Jornalista deve abdicar da Carteira Profissional ao aceitar este tipo de funções. Falta acrescentar que os códigos de ética de RP também estão de acordo. Não necessariamente sobre a carteira de jornalista, mas sobre situações que comprometem a imparcialidade e a transparência.

Agora, que a UL esteja interessada num técnico de Relações Públicas com experiência em Jornalismo… Isso eu já compreendia.

One thought on “Carteira de Jornalista? Eu queria ser Relações Públicas…”

  1. Já tinha escrito um comment, mas entretanto quando fiz submit devo ter ficado temporariamente sem rede.
    Era só para agradecer o acrescento, não conheço muito bem a área de RP.
    Lembro-me que tinha colegas de Comunicação Organizacional que se queixavam muito, quando começaram a procurar trabalho, que nas entrevistas lhes pediam uma licenciatura ou experiência em jornalismo. Acontecia muito em câmaras…
    Devem achar que se tiverem um RP jornalista (que paradoxo!), ele poderá ter “amigos” jornalistas a quem influenciar…
    É triste, principalmente quando há pessoas da área RP com formação na área e sobejamente competentes que são preteridas por jornalistas só por causa do poderzito…

Leave a Reply