Jardins do Mundo

Jardins do Mundo é o tema de um Congresso que se realiza na Madeira. O site foi bem construído no que diz respeito ao aspecto e até à facilidade de navegação. Mas tem vários detalhes que podiam ser melhorados.

Vamos começar pela morada, o primeiro ponto de contacto entre o visitante e o site. A organização do evento optou pelo domínio congressojardinsdomundo-madeira.net. Além de ser demasiado longo, tem pelo menos um termo redundante. O próprio uso do hífen vai acabar por dificultar a memorização. Já imaginaram como isto soa numa conversa de amigos?

– Podes ver mais informação no site congresso jardins do mundo, tudo pegado, tracinho, madeira, ponto net.

A minha sugestão seria Jardinsdomundo.net Assim, Jardins do Mundo tornava-se na Marca de uma série de congressos. As próximas iniciativas podiam continuar a usar a mesma morada, o que ia facilitar a presença nos motores de busca e a fidelização de alguns participantes.

A opção por um cabeçalho animado é sempre perigosa. É uma parte da página que recebe muita atenção, quando tem movimento esse nível de atenção recebida sobe. Neste caso, além de distrair, o cabeçalho não acrescenta informação.

Noutras áreas do website, há texto que não é lido com facilidade. Isso acontece porque as letras contrastam pouco com o fundo verde. E se quisermos ser rigorosos, a forma como as páginas do menu são apresentadas não permite que os motores de busca as leiam.

Sugestões

A primeira página deveria ser re-desenhada. O visitante devia ser capaz de perceber de que se trata o site com uma vista de olhos rápida. E já que se trata de um congresso, está em falta um kit de imprensa. Uma página onde jornalistas e bloggers pudessem retirar fotos, logotipos, historial do congresso e até biografias dos oradores.

Todos os conteúdos do site deveriam ser re-escritos. O caso mais grave é o texto de apresentação, assemelha-se mais a uma obra de literatura do que a um texto informativo.

Eu compreendo que nem sempre se possa ter o website ideal.Mas neste caso podíamos ter algo muito melhor criado com menos recursos.

Leave a Reply