Livro de Estilo para Blogs

Encontrei o link para o Telegraph Blogging Style Guide no blog Ponto Media.

O texto dirige-se mais aos bloggers do Telegraph, mas não deixa de ser uma boa leitura e de dar ideias que podem ser aplicadas a qualquer blog. Há algumas coisas com que não posso concordar.

Vou começar pelos pontos positivos porque me parecem ser evidentes. Como a importância dos titulos e dos parágrafos iniciais para agarrar a atenção do leitor de que fala o ponto 2. No mesmo tópico fala-se da importância dos links:
“Try to avoid writing things like “you can read the full report here“, with ‘here’ being the link. A construction such as “the charity released a report, which said” is much better.”

O ponto 6 fala em “iniciar o diálogo” e no que o blogger ganha por se “juntar à conversa”. E realmente um blog é isso, comunicação e expressão das ideias, opiniões e muito mais. Se já são usados por empresas e em campanhas de Relações Públicas, por alguma razão é.

Em adição a tudo isto, o guia de estilo tem uma boa lista das diferentes categorias em que podemos encaixar um post, são as alíneas do ponto 3. Mas é aqui que começo a não concordar. Este ponto diz no inicio que podemos escrever o que quisermos porque o blog é nosso. Tudo bem, mas isso não quer dizer que os bloggers devam escrever sobre “nada”. Se eu não encontrar um tema minimamente interessante, prefiro não escrever.

Lidar com os comentários teve direito a quatro parágrafos e deixa-nos com uma ideia a não esquecer: “Be careful not to fall into the trap of responding to and correcting everyone who disagrees with you – it will make you seem petty and controlling. Other than that, you are encouraged to respond – it plays to the strengths of blogging and makes readers feel able to communicate with you directly.”

No entanto, lidar com os comentários que recebemos não é só isto. No blog Há vida em Markl ja ouve uma “conversa alargada” sobre o tema da censura nos blogs. Apesar do tema desagradável, gostei da tomada de posição do Nuno Markl sobre o que seria efectivamente censura.

Apesar de tudo isto, continuo a achar o livro de estilo para blogs do telegraph uma leitura importante. Principalmente para quem se considera um blogger recente.

Leave a Reply