O linkedin como ferramenta de aprendizagem e Relações Públicas

linkedinO Linkedin é uma versão mais séria de comunidades como o hi5 e o facebook. É dirigida a profissionais e permite gerir uma lista de contactos e de perfil profissional.

Tem ainda uma opção bastante interessante que não é nova, as Answers. Os membros colocam perguntas e contribuem com respostas. Tudo isto consoante a área e os conhecimentos de cada um.

Pessoalmente uso a comunidade para manter uma página com o meu CV e perfil profissional. Recentemente descobri que pode ser uma ferramenta para aprender algo sobre temas que me interessam. Isto graças ao .

Subscrevi a alguns temas de que gosto, sempre que descubro uma pergunta interessante visito e vejo o que dizem os membros. O lado bom disto é que posso atribuir mais ou menos credibilidade a uma resposta conforme o que leio nos respectivos perfis.

E claro, o Linkedin Answers serve como uma ferramenta de relações públicas. Permite que os participantes  se relacionem entre si, colaborem e criem laços profissionais.

No entanto acho que no caso português o linkedin tem apenas metade da eficácia. Está pouco divulgado junto da comunidade lusófona. O faço de as pessoas aderirem pouco torna-a menos eficaz no nosso contexto. Isso quer dizer que vou parar de participar ? Não, muito pelo contrário. Não perco nada em contribuir com alguns conselhos de relações públicas no linkedin, e ser um dos poucos que fala a língua de Camões ajuda a diferenciar-me.

Mais alguém usa o linkedin ? Qual é o principal uso que lhe dão ?

5 thoughts on “O linkedin como ferramenta de aprendizagem e Relações Públicas”

  1. A ideia que eu tenho, é que o linkedin e outros recursos semelhantes só são usados por uma percentagem pequena de portugueses.

    E desses, o número que participa na comunidade é menor. Alguns inscrevem-se e não regressam.

  2. Estive em Erasmus na Suécia e é verdade que o uso desta ferramenta para gerir relações é bem mais aproveitado lá do que em Portugal. Parece que as pessoas ainda não perceberam a importância de manter uma carteira de contactos… O que me estranha num país como Portugal, onde na política e no futebol tende a existir uma panóplia de “insiders”…

    Um grande abraço!

  3. Os colaboradores das PME são os que em grande parte colaboram no LinkedIn. Para mim é uma excelente ferramenta para adquirir uma carteira de contactos mais vasta e credibilizar-em enquanto profissional na minha área.

    O facto de não haver um LinkedIn ainda em língua portuguesa também ajuda a explicar o facto de ainda poucos portugueses tirarem partido desta rede social empresarial.

    Já agora, aproveito para deixar o link para o meu perfil e desejar votos de um excelente 2010!
    http://pt.linkedin.com/in/hugopascoal

    Abraços.

Leave a Reply