PR Conversations e o Panorama Português de Relações Públicas

banner www.prconversations.com O objectivo deste blog é estimular o debate sobre relações públicas, e para o fazer conta com 10 autores. Todos eles pertencem ao ramo e trazem consigo percursos bastante variados.

Ao contrário deste blog, o prconversations apresenta temas ligados ao ensino das relações públicas, à legislação da profissão e ao papel das relações públicas na estratégia das organizações.

Um dos bloggers do prconversations é o João Duarte, Executive Officer da Global Alliance. No seu último post fala do panorama de relações públicas em Portugal.

No artigo explica que com o final da ditadura se ganharam condições para evoluir no campo da Comunicação. Mas que mesmo assim ainda falta caminhar muito no que diz respeito a Relações Públicas.

However in some essential aspects we remained tied to the past. One of those is the fact that the official definition of the PR profession in Portugal still dates back to the seventies and the fact that several professional associations where formed and disappeared and we are still to have a representative, active, open and proactive professional association.

Além disto, e remetendo para o caso dos lobbies, acrescenta o contributo de Martins Lampreia:
martins lampreia - foto retirada do website www.martinslampreia.com

Existem essencialmente três aspectos pelos quais o lóbi não funciona em Portugal. Primeiro porque ainda persiste a ideia de que o lóbi é uma actividade anglo-saxónica que não nos interessa muito. Depois, porque sempre que os media falam de lóbi é com uma carga negativa para falar deste ou daquele caso. Finalmente, porque as grandes empresas nunca tiveram problemas em chegar até ao poder. Não é do interesse delas fazer chegar parte desse poder às pequenas e médias empresas, que dependem das suas associações/ federações que têm mais ou menos acesso ao poder de decisão em função dos seus recursos. Digamos que não se trata de um travão por parte das grandes empresas mas sim de uma não ajuda.

A isto podemos acrescentar que alguns políticos praticam acções de lobby para as empresas onde trabalham.

Dito isto, a única solução para legislar as Relações Públicas em Portugal parece passar pelas associações do ramo. Mas essas mostram-se inertes há bastante tempo.

Leave a Reply