Spotlight: Blogaqui.com

blogaqui - thumbnailJá falei aqui antes de uma nova pesquisa de relações públicas e de sites como o technorati. Mencionei também o blogaqui.com mas não entrei em detalhes. Troquei alguns e-mails com os responsáveis pelo projecto e em troca de ideias e sugestões, fiquei a perceber melhor o rumo do site.

O blogaqui.com é semelhante ao technorati, a principal diferença é limitar-se aos blogs escritos em português. O que podia ser uma limitação acaba por se tornar um nicho de mercado. No meio de tantos blogs ficamos sem ter uma noção da blogosfera lusa. Com o blogaqui podemos ficar a saber quais são os blogs de topo e os assuntos mais falados . Da mesma forma, podemos fazer pesquisas pelos blogs registados.

Para constar no directório, basta registar a morada do nosso blog. Isto faz com que o nosso link seja apresentado na página principal como o blog mais recente. O resultado é uma onda de visitantes que dura enquanto o nosso blog constar na primeira página.

Quando olhamos para as tags ou fazemos pesquisa por um ou mais temas, estamos limitados aos blogs que foram registados. Neste momento são 547. O technorati funciona de modo diferente, percorre a web e indexa todos os blogs que identifica. O que isto quer dizer é que no blogaqui fazemos pesquisa por uma amostra de conveniência. No technorati ou no google blog search estamos a lidar com a maior parcela possível da realidade.

Mas a equipa do blogaqui pretende criar uma comunidade online à volta dos blogs. O obstáculo aqui é fidelizar os visitantes. No meu caso, só uso o site para auscultar os blogs em português. Mas há mais. O site recebeu um novo design há relativamente pouco tempo. E oferece ainda acesso a “planetas RSS” páginas que reúnem os posts publicados numa determinada categoria de blog.

A estratégia ideal é mesmo esta, criar serviços que interessem aos visitantes. Podemos não ganhar nada com isso, mas o simples facto de estar presente no dia a dia de cada um torna-se valioso no futuro.

Portugal tem é poucos bloggers profissionais. Se fossem mais, o blogaqui já tinha acima de 1000 registos. Os bloggers portugueses não se apercebem do potencial deste género de site e a maioria só quer partilhar o blog com os amigos.

Leave a Reply