Stakeholders e Relações Públicas

Por vezes não temos a oportunidade de colocar inquéritos e realizar entrevistas para identificar os públicos com que lidamos.Isso pode acontecer porque o contacto com o público é feito através de um canal pouco habitual. Pode ser através do telefone, por e-mail ou através de um website.

Mas quando isso acontece, torna-se ainda mais importante perceber com que publico estamos a lidar. É importante entender o que o publico procura para facilitar ao máximo o processo de comunicação.

Sejam internos ou externos, estes públicos são stakeholders e dividem-se em várias categorias. Conforme o contexto em que a organização se insere.

Ao criar uma descrição pormenorizada destes públicos conseguimos perceber quais são os mais importantes para a organização. Tendo em conta que o valor de cada grupo de stakeholders não está relacionado com o seu número, mas com o seu papel num determinado contexto.

Neste processo, o papel das relações públicas passa por identificar os objectivos dos stakeholders e tentar alinhá-los com os objectivos da organização.

Nos tempos que correm temos visto os stakeholders a fazer uma série de exigências às organizações. Querem organizações transparentes, responsáveis e com quem consigam comunicar com facilidade.

Algumas organizações aperceberam-se desta necessidade e começam a investir na criação de canais de comunicação. Esses canais podem ser gabinetes de comunicação, Desks de call center, ou procedimentos para responder a e-mails ou telefonemas. O importante é que a comunicação não se perca e o remetente se sinta ouvido.

5 thoughts on “Stakeholders e Relações Públicas”

  1. “Neste processo, o papel das relações públicas passa por identificar os objectivos dos stakeholders e tentar alinhá-los com os objectivos da organização.”

    Não devia ser ao contrário? Alinhar os objectivos da organização com os dos stakeholders?

  2. Muitas vezes, os stakeholders já fazem parte da organização. Por isso ai é só uma questão de optimizar a comunicação interna. Caso sejam stakeholders externos é que realmente podemos encontrar objectivos mais difíceis de conciliar.

    Nesse caso acho que se trata mais de procurar o ponto de equilíbrio. Para que nenhum dos lados saia a perder.

    Foi bem apanhado Nuno, não tinha sequer pensado nisso ainda.

  3. Boa página
    adorei
    É muito importante lembrar que a relação com os diferentes stakholdrs é uma das principais funções de RP.
    É preciso trabalhar tanto o público interno como também o publico externo.Ambos deles contrubui para o sucsso da qualquer organização mantendo uma imagem favoravel.
    Elisangela Tavares
    Aluna do 3 ano do curso RPSE-Cabo Verde

Leave a Reply