A Eficácia do Marketing Viral

A noticia que me chegou pela Meios e Publicidade fala de um estudo da Jupiter Research. Segundo o relatório, o marketing viral tem-se mostrado pouco eficaz porque não atinge a audiência vasta que os marketers esperavam.

Laura Ries abordou o tema no seu blog, onde defendeu que:

  • Os consumidores não gostam de publicidade,
  • Há demasiada preocupação com a criatividade,
  • São as Relações Públicas que criam marcas fortes

O press release da Jupiter Research revela um detalhe interessante. Um dos métodos mais usados é identificar os lideres de opinião.

Although targeting influentials was the most popular technique to stimulate viral behavior, viral marketers plan to decrease use of this tactic by 55 percent within the next year.

A participação neste género de campanhas também varia consoante a faixa etária.

Relatively older online users are actually more likely than are relatively younger users to forward advertising messages to friends or tell friends about ads.

O problema não está neste género de campanha, mas na forma como é usada. A Jupiter aconselha a que o grupo alvo seja bem definido. E por sua vez, os princípios de Relações Públicas sempre defenderam que não se deve exagerar no contacto com os líderes de opinião.

3 thoughts on “A Eficácia do Marketing Viral”

Leave a Reply