Análise da Campanha “Jovens Com Asas”

jovenscomasasA Campanha do Millenium BCP torna-se muito simples se a reduzirmos ao essencial. Escolheu-se um “embaixador” e criaram-se anúncios para dirigir um público alvo ao website jovenscomasas.com.

O website aparece como um novo canal de comunicação entre o banco e os jovens interessados em obter um empréstimo.Mas no passo crucial em que o visitante procura mais informação, o link leva-o para o website official do Millenium BCP.

Os anúncios e o website da campanha marcam o ritmo com uma linguagem ligeira, fácil de compreender, com uma imagem que não se afasta do Millenium. Já o website oficial quebra esse ritmo e mostra uma linguagem mais correcta e menos focada no público. A própria organização dos conteúdos muda.

Não significa que a campanha não atinja os objectivos ou que não seja rentável. O que quero dizer é que podia ir mais longe. O jovens com asas podia ser um canal de comunicação completo. Seguindo o visitante até à venda do serviço ou pedido de mais informações a um comercial do banco.

A campanha podia ter sido mais arrojada se o Millenium não tivesse colocado os anúncios na Televisão. Em vez disso podia ter recorrido ao youTube, aos blogs e a uma galeria de vídeos no site para chegar ao seu público. Neste caso, o trunfo seria estar a usar o mesmo Media onde reside o novo canal de comunicação.

Com um pouco de sorte e press releases bem direccionados, esta medida podia gerar noticias nos media tradicionais.

E se falhasse ? O Millenium não ia estar a perder dinheiro porque esta campanha não se refere a algo novo, mas sim a serviços que já existem. Se a pesquisa mostrasse que a campanha não estava a dar resultados visíveis, ainda se estava a tempo de colocar os anúncios na televisão.

One thought on “Análise da Campanha “Jovens Com Asas””

  1. Boa tarde,

    Gostei de ler este artigo pois fala sobre um problema muito comum na maioria das grandes empresas portuguesas.

    Que é ignorarem o canal internet.

    Temos como exemplos recentes as campanhas do BPIImobiliario.pt e Segurodirecto.pt onde os sites estão muito mal indexados e construidos (em termos de SEO) mas gastam milhões em campanhas para divulgar o URL.

    No nosso blog falamos sobre estes assuntos.

    Boas

    Manuel

Leave a Reply