E-Mkt 2007 – Marketing Online e SEO em Lisboa

e-mkt07, marketing, relações públicas, e-marketingÉ a primeira conferência de marketing online em Portugal e é já na próxima quinta feira, dia 19 no Centro de Congressos de Lisboa.

Mas o que é o marketing online?

Além da publicidade que vemos nos diferentes sites, o marketing online lida ainda com outros campos menos visíveis:

  • o posicionamento nos resultados de pesquisa,
  • a escolha do melhor site para fazer publicidade,
  • a melhor estratégia de publicidade para determinado cliente (pay-per-click, pay-per-action…),
  • etc.

Aqui e noutros blogs, isto está inserido em Search Engine Optimization ou SEO. Os blogs dependem muito da publicidade, por isso as tendências de marketing online influenciam muito a blogosfera e a produção individual de conteúdos em geral.

Do que entendi do press release que me enviaram, este evento vai focar-se nas diferenças e parcerias entre o marketing tradicional e o marketing online. Também se vai falar de SEO e de como os motores de busca organizam os resultados da nossa pesquisa.

Nesta conferência vão estar presentes:

  • Rui Grilo, chefe de gabinete e coordenador adjunto para o Plano Tecnológico;
  • Chewy Trewhella, Google Customer Solutions Engineer;
  • Inês Gonçalves e João Anastácio, da Google Ireland;
  • Alain Heureux, presidente europeu da Interactive Advertising Bureau (IAB)
  • Alison Fennah, directora executiva da European Interactive Advertising Association (EIAA);

Entendo bem a escolha dos convidados, mas seria interessante ter nesta conferência os representantes da sapo, ou da clix para perceber de que modo diferem do google.

O tema interessa-me como é óbvio. Mas ao preparar este post surgiram-me algumas questões que dificilmente serão abordadas e me deixam mais curioso.

Uma delas é refere-se à ética e deontologia, há situações em que convém ao motor de busca favorecer um ou outro resultado. No entanto, tanto quanto sei, a situação não se encontra prevista na lei. (confesso que não pesquisei o tema)

Outro ponto interessante seria a participação das empresas nas comunidades online, ou até a criação de comunidades online por parte de empresas. Mas aqui já estamos no campo das Relações Públicas.

7 thoughts on “E-Mkt 2007 – Marketing Online e SEO em Lisboa”

  1. Em relação aos ultimos pontos que referes, sei que foram feitos convites a muitas entidades, nomeadamente Sapo, mas não se conseguiu a participação.

    O programa ainda não está completamente fechado e vão haver participações e case-studies interessantes:
    http://www.e-mkt.pt/3/programa.htm

    Quanto à ética e deontologia, o Chewy poderá responder a algumas questões nesse ambito.

    Abraço e até lá

  2. Pois, se foram convidados e não estão representados, a história é diferente.

    E entendo que o programa não seja estanque, o conteúdo da conferência acaba por depender mais do contributo pessoal de cada orador e das perguntas do público, do que do planeado.

    Tenho pena mas infelizmente é uma conferência à qual não posso ir.

  3. Não me importava nada de ter escrito esta entrada:)

    Em vez de espetar com o texto do PR na entrada, também eu peguei nele pela perspectiva do meu blog e tentei sublinhar o que poderia ser de interesse para os meus leitores.

    A que te referes quando falas em deontologia, algum caso especial? O google é extremamente cioso da inviolabilidade dos seus resultados, raramente alguém se atreve a pô-los em causa nesse sentido.

    Aqui e noutros blogs, isto está inserido em Search Engine Optimization ou SEO
    Ao ler a frase lembrei-me logo disto: technorati.com/search/e-mkt.pt 😉

    Neste momento é relativamente fácil conseguir que bloggers escrevam sobre estes assuntos (o PR também ajudou), adivinho muitos emails pela frente, espero que o espaço se torne mais competitivo para as conferências.Fico à espera do dia em que as conferências me ofereçam vantagens reais para eu passar aos meus leitores, por exemplo um desconto.

  4. Não me referia a nenhum caso em especial. Apenas me lembrei que é possível existir um conflito de interesses ao estipular resultados de busca.

    Por exemplo, reparem no resultado desta pesquisa: Telecomunicações – pesquisa no sapo.pt.

    De facto o grupo Portugal Telecom tem bastante relevância como resultado de pesquisa. Por outro lado o google.pt aponta para a wikipedia como resultado principal.

  5. Creio que o sapo utiliza resultados do directorio nas pesquisas limitadas a “portugal”. Experimenta pesquisar no sapo para paginas em portugues, tens tambem a wikipedia. Na pesquisa web tens o instituto das telecomunicações (no google tenho a wiki). Não sei como o sapo recebe os resultados do google e com que frequencia os actualiza mas parece-me haver um desfasamento temporal entre os dois – o GG chega a apresentar vários sites no primeiro lugar ao longo do dia nas buscas mais competitivas e consoante o Datacenter a que se acede.

Leave a Reply